segunda-feira, 13 de julho de 2009

Chapeuzinho Vermelho

No sábado (11/07) finalmente compramos o carrinho pra conduzir Maria Alice pelas ruas da cidade. Era a última grande aquisição que faltava fazer, de agora em diante tudo o que precisamos é deixar as coisas prontas para o grande dia: fazer a mala de roupas da mamãe, separar as primeiras roupinhas da bebê, reservar o hospital (tá, isso não é um mero detalhe) e etc.

O carrinho que compramos é vermelho, um Classe 1 da Burigotto, reproduzido na foto acima, de divulgação da própria empresa. Não sabemos se é o melhor carrinho, mas foi o que tinha os ítens que queríamos em um melhor custo-benefício, a saber: alça reversível (para poder andar com o bebê de frente ou de costas), teto solar (pra espionar a criança), bolsos e porta-trecos, suporte pra mamadeira e papinha do bebê, encaixe para bebê-conforto (não são todos que tem isso, curiosamente) e porta-suquinho de maça pro papai (antigo porta-cachaça, nome alterado por imposição materna).

Além disso, cabe no porta-malas do carro e nos agradou o tecido e a cor dele. Mamãe Paixão e Papai Vergueiro, curiosamente, têm opiniões coincidentes em muitas coisas. Como já viram por aqui, não somos tão "padrõezões" assim. Não queríamos um carrinho rosa ou em uma cor mais fria, mas algo mais vibrante. O vermelho caiu como uma luva, nem pensamos duas vezes.

Estou doido pra andar com a Maria Alice no carrinho novo, passear com ela por aí. Ir ao parque, levá-la no supermercado (adoro um mercado!), na Igreja, etc. Bem, na Igreja não sei, não é legal bebês chorando na Igreja. Melhor deixá-la em casa no conforto dos braços da Mamãe. Mas quando crescer vai no estádio com o papai, isso vai!

Nenhum comentário:

Postar um comentário