quinta-feira, 20 de agosto de 2009

Relato de um Parto Inesperado

video

Ah Maria Alice! Sua chegada é motivo de felicidade, de alegria para toda a família, mas que você deu um trabalhão para os seus pais, isso deu!

Era para você ter nascido na próxima semana, a previsão era em torno do dia 25. Uma homenagem aos 30 anos de casamento dos seus avós paternos, talvez?

Mas não foi assim que você queria não. Papai acabava de chegar em casa vindo do trabalho, aproximadamente nove horas da noite de uma segunda-feira e logo perguntei à sua Mamãe, que estava no andar de cima, "Tudo bem?". "Não", foi a resposta dela, e eu corri pra cima na mesma hora, "teria chegado a hora?"

Da Mamãe estava escorrendo um líquido incolor e sem cheiro. Ela tomou um banho para se limpar e trocou de roupa, mas pouco depois sentiu novamente a aguinha. Talvez tivesse mesmo chegado a sua hora, pensamos.

Com a providencial ajuda do Vovô Vergueiro, já que era o único dia do ano em que fiquei sem carro - "logo hoje", eu disse! - fomos ao hospital. Lá Mamãe fez um ultra-som que indicou que a placenta estava perdendo liquido, ainda que oficialmente a "bolsa" não tivesse rompido (eu te explico isso tudo um dia com calma, ok?) Também não havia dilatação, o que indicaria que sua hora estava próxima.

Queríamos que você chegasse naturalmente, no seu momento, mas não deu para esperar. Consultamos a médica e ela recomendou te trazer pra cá imediatamente. Mas aí já era duas da manhã, acredita?

As quatro eu já estava todo vestido de azul e branco e esperava sentado ao lado da Mamãe para te ver chegar. Papai não gosta de hospital e teve que ter muita coragem para ficar com a Mamãe nesse momento. Pensei em usar as malas como desculpa (eu estava lá sozinho com todas suas roupinhas e as da mamãe também), mas fui em frente: "Mamãe iria gostar de me ter ao lado", pensei.

Rezei um pouquinho antes. Não sou bom para essas coisas, em colocar o destino na mão de Deus e pedir graças, mas orei a ele que te guardasse e te trouxesse saúde. Deu certo. Você logo nasceu chorando muito e se acalmou quando foi pro colo da mamãe e depois pro meu, ainda bem enrugadinha e vermelhinha.

Saí da sala e fui esperar vocês duas lá fora, mas sabe o que aconteceu? O hospital não tinha quartos livres! Acredita que Mamãe teve que esperar 13 horas seguidas para conseguir um lugarzinho pra te ter e alimentar com calma e carinho? Enquanto isso esperou com mais algumas outras mamães que também estavam lá.

Foi uma agonia só! Eu fiquei no hospital praticamente o tempo todo, sem dormir e almoçar, passei em casa só pra tomar um banho e trocar de roupas (e avisar o mundo do seu nascimento!). Vovó Vergueiro e Vovó Paixão também passaram por lá e te viram no berçário, mas apenas da porta, sem poder tocar.

Ô hospital desorganizado esse Santa Helena! Enfermeiras muito simpáticas e solícitas, mas tudo tão bagunçado, tão fora de ordem. Só fomos te ter no quarto por volta das sete horas da noite do dia 19, e aí foi uma felicidade só, todo mundo queria te pegar no colo, te dar carinho, te abraçar. Você estava com seus olhinhos bem abertos, sem entender nada das coisas, mas linda, linda!

Agora estamos todos juntos, somos uma família. E te amamos muito!

7 comentários:

  1. Oi, jP! Li seu post e fiquei super emocionada. Há pouco passamos por isso aqui em casa e o Deco já está super sapeca. Dá beijo, faz carinho, pega o pé, rola no chão, quer sentar, fala na língua dele fluentemente, toda semana tem novidade... Você vai se pegar olhando apaixonado para esse toquinho de gente para o resto da sua vida. Parabéns a você e à Mara pela pequena maravilha que trouxeram ao mundo. Nõs não visitaremos porque o Deco está no berçário e não é recomendado que ele visite crianças recém-nascidas, mas não faltarão oportunidades. Beijão

    ResponderExcluir
  2. Vergueiro!!
    Parabéns e muitas felicidades a vcs 3!!
    Vcs tem grandes amigos ao lado de vcs, sempre que precisarem. E eu desde já fico voluntária pra passear com a Maria Alice quando vc e a Mara precisarem dormir um pouquinho!
    Parabéns, e um beijo enorme,
    Carol

    ResponderExcluir
  3. Parabéns ao papai, pela filha linda e pelo post emocionante. Um belo registro para um momento tão mágico e especial.
    Toda alegria do mundo para a família.
    Bjos
    Laíla

    ResponderExcluir
  4. MEGA Parabens Joao! :-D

    Um abraco para vc e para Mamae Paixao, e um beijo na Maria Alice ;-)

    Mari Ricci

    ResponderExcluir
  5. Eeehhh! Gê, Carol, Laíla e Mari, valeu gente!!!

    Agradeço as palavras de carinho e a amizade de vocês! Não deixem de vir nos visitar qd der!!

    Beijão,


    jP

    ResponderExcluir
  6. Que coisinha mais lindinha da titia!!!
    Quero conhecer em!!!
    Beijinhos...

    ResponderExcluir
  7. ela é linda!!! parabéns! muita merda pra vcs! beijos

    ResponderExcluir