quarta-feira, 16 de setembro de 2009

Fundo Monetário Internacional

Maria Alice mal nasceu e já está inserida no sistema bancário nacional. Coitadinha!

Ainda no hospital ganhou um presentinho interessante do seu avô paterno, e corri nos dias seguintes para abrir uma conta bancária em seu nome. Chegando à agência descobri que precisaria fazer um CPF (Cadastro de Pessoa Física) para ela e um tempo depois o documento chegou.

Além da conta, abri também uma Previdência Privada. Podia ter ficado só na poupança, mas o custo de oportunidade, para mim, era mais interessante (ou melhor, o custo de desinvestimento é que é muito alto, estimulando a manutenção eterna da previdência e evitando eventuais arroubos paternos). Então todo mês vou pingar um reforçinho lá.

É isso aí, filhota! Você não fala, não anda e mal reconhece o papai e mamãe. Mas já tem conta bancária e previdência privada.

Ô modernidade...

Nenhum comentário:

Postar um comentário