quinta-feira, 5 de novembro de 2009

Catarse


Torcer é uma grande emoção. Ontem Maria Alice torceu comigo de noite, em um final emocionante de um jogo de futebol.

Muitos já estudaram e outros tantos ainda vão estudar o comportamento da massas em eventos de que geram catarse coletiva. Futebol é um deles, principalmente no Brasil. E eu sou da massa, sofri muito ontem.

Não acho que Maria Alice vai sofrer como o pai. Talvez só em época de Copa do Mundo. Mas vou fazer minha parte para tê-la do meu lado nesses instantes em que parece que o tempo pára e tudo o que queremos é que uma bola entre no gol - ou às vezes não entre, como ontem. E esse apito que não chega nunca.

Ontem eu gritei de felicidade. Maria Alice não entendeu muito, mas gritou junto. Viva o espetáculo.

Um comentário:

  1. Olha só que maldade haha Não to gostando desse condicionamento futebolístico. Importa que ela nasceu no ano em que o Mengão ganhará o Brasileiro. Aí quem sabe, logo mais, teremos M. Alice no grupo dos rubro-negros. Difícil, heim hahaha Abraços!

    ResponderExcluir