segunda-feira, 5 de abril de 2010

Bicho-Papão


São muitas as formas de estimular os bebês: cores, sons, movimentos, expressões, etc. Eu conheço a maior parte delas de ouvido. Ainda que tenhamos comprado vários livros sobre o assunto (e Mamãe Paixão, como musico e arteterapeuta, entenda bastante de estímulos), naturalmente não li nenhum deles. Tudo bem, é um pouco mais gostoso ser pai de primeira viagem aprendendo na intuição do que decorando o que a academia diz sobre o assunto.

Nesse final-de-semana, por exemplo, ensinamos uma brincadeira a Maria Alice. Uma simples brincaderia de esconde: eu saio da vista dela e volto correndo, ela pára o que está fazendo, vira para sua mãe e começa a correr e se esconder, como seu eu fosse o "bicho-papão" e ela estivesse em perigo. Faz isso sorrindo e se divertiu todas as 427 vezes que repetimos a operação durante a Páscoa.

É, a gente não cansa de ser pai não!

*   *   *

A foto acima "roubei" do orkut da Mamãe Marisol, que veio nos visitar no sábado de Páscoa trazendo sua adorável Bianca, que tem dois meses a mais de vida que a Maria Alice. As duas se divertiram no teclado da Mamãe Paixão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário