quinta-feira, 15 de abril de 2010

Irmãozinho?



Tenho conversado com Mamãe Paixão se já não estaria na hora da Maria Alice ganhar um irmãozinho. Ou irmãzinha.

Como temos uma viagem internacional marcada para agosto de 2011, o ideal para nós será coordenar os momentos para que consigamos viajar e realmente aproveitar ao mesmo tempo.

Se partirmos mesmo para aumentar a família, ou decidimos isso agora, e ano que vem o bebê já estará há um bom tempo conosco, ou deixamos para o retorno da viagem, mas aí Maria Alice vai ter quase três anos de vida quando nascer seu irmãozinho/irmãzinha.

Viajar com Mamãe Paixão grávida é uma não-opção, pois o risco seria muito grande e o aproveitamento menor, uma vez que seus movimentos e energia estariam limitados (já vivemos isso uma vez, agora sabemos como funciona!).

A pesquisa atual do blog questiona justamente esse tema, e até o momento há bom equilíbrio entre as duas opções mais votadas: a) ter o bebê agora e b) esperar Maria Alice estar um pouco maior.

Nomes? Se for menina já definimos. Não vou revelar, mas seguirá o padrão da família. Se for menino ainda não há consenso, mais para frente pensamos.

E será que Maria Alice vai estranhar ter mais alguém dividindo as nossas atenções com ela (além do Zé), da mesma forma que ela parece estranhar o amigo Durval na foto acima?

Se dependesse só de mim, seria apenas o primeiro irmãozinho da Maria Alice. E é bom ir se acostumando!

4 comentários:

  1. q viagem internacional e' essa ???

    ResponderExcluir
  2. Europa! Jornada Mundial da Juventude em Madrid (para mim) e uma semana de passeio com a família.

    ResponderExcluir
  3. Bom, é que vc está contando que vão engravidar de primeira, e às vezes isso demora, foge um pouco do nosso controle. Mesmo que engravidasse agora, o bebê não seria tão pequeno assim, e será que ela aproveitaria tanto a viagem tendo deixado o bebê no Brasil? Acho que seria melhor esperar, diferença de 3 anos é o que os médicos consideram ideal mesmo, pois a criança de 3 anos já está mais independente dos pais e não solicita tanto a atenção deles como antes, daí tolera melhor o ciúme do irmaozinho.

    ResponderExcluir
  4. Pois é, pode ser um bom argumento sim!!

    ResponderExcluir