segunda-feira, 7 de junho de 2010

Parada Gay


Levamos Maria Alice na Parada Gay neste domingo. No começo, ela estranhou a quantidade de pessoas. Tudo muito grande e barulhento para ela, e suas primeiras reações foram de surpresa e desconfiança.

Aos poucos, porém, foi se soltando e se enturmando. Contribuiu imensamente para isso a fantasia que estava vestindo, de fadinha, já que Maria Alice chamou mais atenção do que muitas das estrelas lá presentes. Era tanta gente querendo pegar e bater foto dela, que em certo momento fiquei até um pouco assustado com o assédio.

Mas ela gostou, sorriu muito, interagiu e fez a festa. Até que cansou e voltamos para casa.

Como a Parada é um evento muito grande e confuso, optamos por ir quando a maior parte dos trios já tinha passado, e aí andamos no sentido contrário do fluxo, o que facilitou nosso passeio e na hora de ir embora pegamos o metrô bem vazio.

Maria Alice é muito nova para entender tudo o que estava vendo. Para isso, levará muitos anos ainda. Do seu pai e de sua mãe, mais do que palavras, terá sempre o exemplo do respeito à diversidade. E acho que isso é fundamental para uma criança.

Um comentário: