quinta-feira, 29 de julho de 2010

Faz naninha


Começou do nada, sem querer, e  Maria Alice passou a "nanar" bonecas.

Agora, de noite, sempre que falamos a expressão "Faz naninha", ela abraça a boneca - em qualquer boneca - e cola um rosto no outro, como que tentando fazê-la dormir.

Como é que um comportamento assim pode ter surgido tão naturalmente, se nunca a ensinamos a fazer isso? Observando sua mãe, talvez? Ou instinto natural de mulher?

Difícil explicar por que acontece dessa maneira, e como se processa o desenvolvimento mental de um bebê, que faz com ela aja exatamente como se espera que uma menina faça.

Não importa, de qualquer forma. O que vale é que estamos nos divertindo muito com o Faz naninha.

3 comentários: