sábado, 18 de setembro de 2010

Cadeirinha


Independente de regulamentação, Maria Alice sempre andou de forma segura no carro. Antes mesmo de nascer já havíamos comprado o bebê conforto, como relatei no blog na época.

Agora, com um ano de vida e pesando nove quilos, já estava na hora de trocarmos o seu assento, e voltamos às lojas para pesquisar. Sem muitas boas opções (na minha opinião), acabamos optando por uma cadeirinha da Burigotto que suporta crianças de até 25 quilos e tem três reclinações. É um pouco complicada de mexer, mas parece confortável.

Maria Alice nunca gostou muito do bebê conforto. Chorava, gritava, chamava sua mãe e poucas vezes tivemos realmente sossego com ela no carro. Ficávamos mais tranquilos quando ela dormia, caso contrário o risco de escândalo era alto.

Já as primeiras impressões que tivemos com ela na cadeirinha foram muito positivas. Ela pareceu se divertir e gostar de onde estava, além de interagir mais conosco.

No fundo, eu sempre achei que Maria Alice não gostava era de ficar de costas, olhando para o banco. Como agora ela vai virada para a frente e pode ver tudo que se passa, está se sentindo mais livre e a vontade, por isso está feliz, de um jeito que me lembra até aquele bebê da propaganda do Novo Uno, sabem qual é?

Nenhum comentário:

Postar um comentário