terça-feira, 21 de setembro de 2010

Saindo do Berço


Passar Maria Alice para dormir em uma minicama, eia a mais nova estratégia da família Paixão Vergueiro para melhorar o sono da nossa filhota linda.

O berço já está pequeno para ela, é limitante, é castrador. Maria Alice se revira, se mexe, levanta, quer sair, e ficar em uma pequena jaula de madeira (que existe para o bem de todos os bebês, claro, é só figura de linguagem) faz com que ela pareça lutar contra a sua natureza de bebê explorador que ela tem mostrado nesse ano e um mês de vida.

Nesse tópico, há alguns textos comentei sobre o sono dela e fiz um relato de como evoluíram no tempo as noites de Maria Alice. A situação não melhorou muito, ela ainda acorda bastante e todas as manhã vai para a nossa cama, mama para voltar a dormir.

Eu não gosto disso, prefiria que ela dormisse até o momento de realmente acordar, e pensamos então em passá-la para uma cama térrea e dar à filhota a possibilidade de sair dela e brincar pela manhã, andar pelo quarto, eventualmente até andar para o nosso quarto e chamar a nossa atenção, mas pelo menos ela não ficaria mais gritando e esperando a nossa ação, entediada, como faz todas as noites, em muitas delas repetidas vezes.

Perigoso? Já colocamos a grade na escada e vamos deixar o banheiro trancado todas as noites. Um tapete no lado da cama resolve, pois é baixa, não machuca. E em pouco tempo ela se adapta, não cairá da cama, tenho plena convicção disso.

E as opinões dos amigos? Muito cedo para tirá-la do berço? Existe idade ideal?

Segue abaixo uma foto de uma possível cama, extraída (será que podia?) do site da Tok&Stok:



*   *   *

Recebi uma indicação por parte do blog Mamy de Primeira, da amiga Dê Freitas. Um selo de qualidade, na verdade, e ela me indicou para receber esse selo. Dentre os outros blogs, o meu é o único de um pai.

A chegou ao blog faz pouco tempo, mas já o suficiente para um pai desligado como eu não se lembrar como foi que ela me descobriu. Desde então tem sido uma das comentaristas mais assíduas do site, junto com outras amigas como a Marisol, a Ângela, a Consuelo, a Letícia e várias outras.

Digamos que a seja a minha primeira "amiga virtual blogueira". Já comentei que existe toda uma rede de mães blogueiras que se comunica, faz sorteios de produtos, se encontra, etc. Eu sou mais tímido e nunca fui atrás de descobrir essa rede (que é escassa em pais), nem de seguir ninguém, e nesse ano e meio de blog só me relacionei com quem já era amigo mesmo. A, sem querer, abriu esse mundo para mim.

Então fica a recomendação para visitarem o blog dela e da Manuela, que completou seis meses de vida no domingo. Vale a leitura!

3 comentários:

  1. excelente idea! ni siquiera necesitas comprar uma cama (de madera, derrumbar un árbol)...solo el colchón!
    felicitaciones y suerte!

    besos

    ResponderExcluir
  2. Eu to chegando - por causa da Dê - da licença que já to seguindo rs nada de ficar tímido pode comentar sempre que sentir vontade lá no meu cantinho e do filhote e nos ature por aqui tb tá? rs
    Bjks

    ResponderExcluir
  3. Ah..que lindo JP, "siemocionei". Obrigada pelo texto. Você é mais do que bem-vindo a esta rede, que aos poucos, todos se conhecem, mesmo que assim, virtualmente. Fico honrada por ser a primeira amiga da blogosfera.

    Ah, cheguei aqui pedindo indicação de um pediatra que você postou, rsrs.

    Quanto a cama, eu não sei o que dizer (se é cedo, perigoso ou melhor), então...passo a vez!

    bjs na família!

    ResponderExcluir