domingo, 2 de janeiro de 2011

Expectativas de Primeira Viagem


Com quase um ano e meio de vida da Maria Alice, já dá para fazer uma pequena lista de expectativas frustradas que tivemos durante esses primeiros meses com a nossa filhota. Pequenos detalhes, pequenas esperanças que surgiram, mas que o tempo - e a primogênita - iam se encarregando de dissolvê-las. Vamos lá, se eu esquecer de algo Mamãe Paixão pode complementar nos comentários (ou preparo nova lista no futuro):

-Maria Alice dormiu praticamente o tempo todo durante as duas primeiras semanas. Cheguei a pensar que ela não daria trabalho algum para nós. Puro engano...
- Quando ela passou a dormir a noite toda, também achávamos que seria assim para sempre. Não durou dois meses.
- Quase desistimos de uma viagem ao Chile porque o vôo levaria quatro horas e tínhamos medo de ser insuportável com um bebê. Desde então Maria Alice já voou 10 vezes e nunca deu um trabalho para nós.
- Tem uma foto tirada logo que ela nasceu em que está usando uma chupeta (do tricolor paulista, por sinal). Depois da foto, nunca mais usou uma.
- Mamadeira, só com água, apesar de termos comprado várias, com bicos diferentes. Sucos (néctares, argh) só agora que está tomando, porque aprendeu a usar os canudinhos.
- Achávamos que seria mais apegada ao pai a partir de um certo tempo. Até hoje, não larga a mãe.
- Torcia para que fosse canhota como eu. Acho que é destra mesmo.
- Eu imaginava que seria possível cuidar dela e fazer outras coisas ao mesmo tempo. Ela, no entanto, é monopolista, quer atenção total até hoje. Mamãe que o diga, pobrezinha.

Essas foram a que lembrei no momento. Há outras, vou registrando ao poucos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário