terça-feira, 1 de março de 2011

Mamáááá


Resistiu o máximo que pôde a filhota, mas agora finalmente começa a balbuciar algumas rápidas palavras: Mamá, Vovó, Mamá, mais Mamá e muita Mamááá.

Dessa vez não são apenas os sons que nos esforçamos para tentar entender, como quando ela tinha oito ou nove meses, e Maria Alice está realmente falando palavras e dando sequência ao processo neural da fala.

Mas ela é teimosa, e junto a nossa falta de incentivo (ou seja, mimo em excesso - na minha opinião), não se sentiu obrigada até hoje a correr com o idioma. Então vai demorar um pouco mais para ela conversar de com a gente, pedir as coisas, manifestar verbalmente seus descontentamentos e alegrias e etc.

Outro dia, fiquei surpreso com uma menina de dois anos que achei que estava falando bem para a idade que tinha. No domingo, fiquei um pouco triste de não poder ouvir Maria Alice reclamar de chateação por estar doente da pneumonia. Agora, quero mesmo é ouvir ela falar de boca bem aberta "Papáááááááááá"

Nenhum comentário:

Postar um comentário