sexta-feira, 17 de junho de 2011

Medindo a temperatura


Faz um tempo já que  não precisamos levar Maria Alice no hospital. Isso é bom. Mas faz um bom tempo também que ela está constipada, e vivemos com lenços de papel à mão, o que é ruim.

Ainda não me conformei, socialmente falando, com a necessidade de ter um bom plano de saúde para acessar as melhores instituições. É tudo muito caro e excludente! Tenho andado relativamente angustiado com isso, e pesquisando também valores de alternativas melhores para as que temos hoje para a Maria Alice (um plano pago por nós e outro pela ONG onde atuo, ambos na média).

Minha preocupação maior é com as internações. Se em uma eventualidade precisarmos internar a filhota, não me sinto no momento confortável com as alternativas existentes, e tenho um medo terrível de hospitais, seja para mim ou para os meus familiares. Apesar da Maria Alice ter nascido no Santa Helena, da Unimed, e quase tudo ter transcorrido bem (menos a longa espera de Mamãe Paixão para ter um quarto) e mesmo com a provável chance da sua futura irmã ou irmão também nascer por lá, ainda acho que poderia ser melhor. Agora é tarde, infelizmente, e mesmo sabendo disso não estávamos em condições de mudar de plano antes da nova gravidez.

O curioso é que cresci na dependência exclusiva de hospitais públicos,  e só aos 25 anos passei a recorrer ao sistema privado. Hoje, infelizmente, não me vejo prescindindo deles!

Bem, vamos lá. O melhor é torcer para que tudo dê certo, ficar vigilante e aproveitar as oportunidades, caso elas apareçam. Se Maria Alice e o "júnior" derem a sorte do Papai, nunca precisarão ser internados. Oxalá!

4 comentários:

  1. JP fazer plano como empresa fica mais barato e não tem carencia nenhuma se quiser pode fazer pela minha, já me informei e precisa apenas de 3 vidas. Eu sempre tive convêncio a vida toda, as empresas que meu pai trabalhavou sempre deram, por isto hoje o Gilberto quase q escolhe o emprego pelo convênio.

    Marisol

    ResponderExcluir
  2. Que assim seja!
    Depender do sistema público é algo que não desejamos a ninguém, meu sonho seria hospitais novos, e médicos trabalhando com gosto! Enquanto isso não acontece, cortamos os supérfluos e garantimos a UNIMED, que aqui no RS é o melhor!
    Bj

    ResponderExcluir
  3. Opa.. vc falou junior? Já sabe se é menino ou menina? Opaa.. Diga ai.
    Sobre plano de saúde, eu tenho graças a Deus desde comecei a trabalhar pra uma empresa privada e agora tenho o do meu marido e Maria Clara também usufrui. Se o atendimento privado às vezes já é ruim, imagino a raiva q devem passar quem vai pelo SUS ... A vida é nosso maior bem...
    A Maria Clara também andou bem constipada por um período e mudei a alimentação radicalmente aqui.. tem hora que ainda dá, mas outras horas fica tranquila..
    Não se preocupe q vai dar tudo certo. E quanto ao nascimento do pimpolho ou pimpolha, podendo estar junto para ver o nascimento já é ótimo. Vai querer acompanhar??
    Bjss!

    ResponderExcluir
  4. É..hoje ainda falavamos disso aqui em casa sabe João.
    Infelizmente tem muitas mãezinhas que terão de ter seus bebes pelo SUS,e sabe Deus como serão tratadas e se terá vaga de leito para elas na hora certa.
    Já trabalhei em Hospital público de Poa,e sei bem a triste realidade que a maioria das pessoas do nosso país vive.
    Mas graças a Deus que temos plano e que podemos contar com um pouco mais de "conforto"se é que dá para colocar essa palavra.Pois aqui no interior do RS onde moro a Unimed não tem muita diferença do Hospital público.
    Complicado!
    Mas fique tranquilo que Deus está contigo e com a tua familia e vai abençoar a mamãe Paixão e guardar os seus filhos de todo o mal.
    Nenhum pai quer ter que internar um filho né?!Deus é mais!rs*
    Um grande abraço e um lindo e abençoado final de semana para vcs!
    Danny e Matheus

    ResponderExcluir