sexta-feira, 8 de julho de 2011

Preconceito


Nessa época do politicamente correto como convenção social, ficamos mais contidos nas nossas opiniões e comentários, evitando a qualquer custo que os mesmos sejam retratados como preconceituosos e discriminadores.

Tendo em vista esse cuidado, não me lembro de ter discutido muito sobre algo que percebi recentemente: sou um pai feliz também porque, dentre outros motivos, tive uma filha que nasceu livre de problemas de saúde, físicos e, até o que pudemos perceber no momento, mentais.

Me dei conta ainda mais sobre isso quando Mamãe Paixão ia ter uma conversa com uma mãe cujo bebê de sete meses tem deficiência visual, dentro do projeto Música Materna (sobre o qual ainda estou devendo um texto aqui).

Aquela mãe ama seu filho do mesmo jeito que nós amamos a Maria Alice, não tenho dúvida alguma disso, mas no seu dia-a-dia ela tem que lidar com dificuldades que não temos, e esse bebê naturalmente terá um desenvolvimento diferente do nosso.

É preconceito, talvez, que eu fique feliz por ter tido uma filha saudável, e por desejar que o novo bebê venha tão bem como o primeiro, mas é também um desejo natural de pai, que quer que todas suas crias sejam perfeitas.

Da mesma forma, sinto uma tristeza e uma angústia por esses pais e mães que militam diariamente para apoiar suas crianças, e valorizo o trabalho que fazem e que os torna definitivamente mais maduros e preparados do que jamais poderei ficar em relação a cuidar dos meus filhos.

Ter me tornado pai me deixou mais sensível em relação à situação das crianças e das famílias, e me mostrou também como é importante valorizar onde cheguei e agradecer a Deus pelo que conquistei na vida.

Isso eu tenho feito toda vez que vejo Maria Alice, e também quando penso na nova criança que está por vir. Sou feliz apenas por ser pai, e isso é livre de qualquer preconceito.

2 comentários:

  1. Olá Papai Vergueiro.
    Quando puder, leia a história desta mãe http://balzacamaterna.blogspot.com/2011/07/fica-hoje-tem-mari-hart-mae-polvo-mae.html
    Me fez refletir um bocado.
    O que mais desejamos é que nossos filhos venham gozando de muita saúde.
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Passando por aqui rapidinho pra dizer que quando voltar a BH envio a caneca, tá? Estou bem atrasada. Pensei que meu marido tivesse postado nos correios e quando perguntei ele falou: aaam? Envio na próxima semana.

    Espero que tudo esteja bem com vocês !!!

    Bjsss!

    ResponderExcluir