sexta-feira, 2 de setembro de 2011

Meu presente


E aí, já passou o Dia dos Pais? Quando é que é?

Ossos de ofício me impedem de estar mais presente nesse espaço, e por isso muitos comentários relevantes (e alguns apenas rotineiros) estão ficando para trás.

Esse ano o Dia dos Pais foi como um dia qualquer na minha vida, tirando o fato que eu ganhei um presente da Maria Alice, que na verdade ela achava que era para ela e só após muita insistência da sua mãe foi me dar.

Como sabem, não sou ligado em datas comemorativas e presentes. Restrições financeiras na família, quando eu era criança, fizeram com que eu não tivesse o hábito de dar e receber presentes. Convenções sociais mudaram um pouco essa realidade para mim, e as meninas vão com certeza terminar o serviço, e vou dar ainda muitos presentes em família. Meu maior presente, no entanto, vai ser sempre estar com quem eu amo, e nunca esperarei nada diferente disso.

De qualquer forma, nosso Dia dos Pais foi caseiro, e efetivamente o que fizemos de diferente foi cantar parabéns para a filhota, que viria a fazer aniversário alguns dias depois. Mas isso é assunto para o próximo “post atrasado”.

4 comentários:

  1. Tem melhor presente do que ter por perto quem se ama???
    Hummm quero ver fotinhos do niver da pequena.

    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Parabéns, atrasado pelo Dia dos Pais.
    E a pequena, melhorou da infecção?

    Bjos.

    ResponderExcluir
  3. Parabéns atrasado para a querida Maria Alice :-)
    Que Deus abençoe sempre e dê sempre muita saúde pra vocês!!
    Some não!!
    Bjss!

    ResponderExcluir