domingo, 18 de novembro de 2012

Corinthiana


Estou com problemas na família: toda vez que eu falo que torço para o São Paulo a Maria Alice responde "Eu sou Corinthians".

- Como é que deixei chegar a esse ponto? Que erros que eu cometi?

Claro que Maria Alice não entende direito o que está falando e, hoje cedo, assistindo ao jogo do Brasil com a Espanha na Copa do Mundo de Futebol de Salão ("futsal" é para novatos, heh), ela voltou a repetir que era Corinthians, mesmo com meus argumentos que estávamos todos torcendo para o Brasil.

Acho que chegou a hora de levá-la ao estádio. Logo eu, que só fui ver um jogo em estádio com 19 anos de vida, totalmente atrasado e incompatível com minha paixão pelo único time tricampeão mundial que o Brasil tem. Com a Maria Alice, acho que 3 anos de jejum está bom demais!

domingo, 4 de novembro de 2012

Engatinhando


Foi mais ou menos quando completou dez meses de vida que a Tarsila começou a engatinhar. Nossa, e que diferença isso fez na vida dela!

Agora podemos largar Tarsila pelo chão da casa que ela sai a brincar, a mexer nos DVDs, entrar na casinha que a Mamãe Paixão fez, etc., exatamente do mesmo jeito que sua irmã mais velha fazia.

Sem dúvida, o estágio de sair dos braços dos pais para começar a se locomover por conta própria é um grande avanço para o bebê. Para a Tarsila, e diferente da Maria Alice, tudo leva a crer que é apenas uma rápida fase de passagem, pois o que ela quer mesmo é levantar e andar .

Aqui em casa estimamos que não leva mais que duas semanas para Tarsila andar. Ela já fica de pé e dá um ou dois passos antes de cair. Ao contrário da Maria Alice, portanto, que foi andar um pouco depois de completar seu primeiro ano de vida, a Tarsila parece ter pressa. Vai Tarsila, vai pintar pelo mundo!