terça-feira, 23 de julho de 2013

Parem o tempo!


Maria Alice quase quatro anos; Tarsila um ano e meio; Papai e Mamãe. Essa é a família, e está tudo perfeito.

Agora era a hora do tempo parar. Agora era a hora de ficar como está para sempre, só aproveitando a vida e a família.

Tudo bem que Tarsila ainda não fala muito e que Maria Alice está na fase mal-criada da infância (sem prazo para terminar, nesse caso). Tudo bem que a Tarsila acorde de madrugada e que sua irmã mais velha também venha dormir na cama dos seus pais de vez em quando e tenha seus chiliques de birra.

Não é isso que importa.

O que importa é que elas estão cheias de vida, felizes, puras e inocentes. Elas são nesse momento a maior prova da grandiosidade da obra de Deus, da perfeita complexidade da natureza humana, de como é bom viver plenamente.

Eu sofro por essa perfeição, pois sei que não é eterna e porque desconheço o futuro. Agora é o hora do tempo parar e é só isso que eu queria pedir à vida.

Não vai acontecer, e eu assim aproveito todos os momentos em família como se fossem os últimos. O amor de um pai é para sempre, como sempre deve ser. E eu amo minhas meninas. Pra sempre.

2 comentários:

  1. pensei que vc tinha parado no tempo há 5 meses, Mas ainda bem que descobri esta belíssima entrada perdida em julho. Parabéns meu amigo JP, Saudade

    ResponderExcluir
  2. é hoje mesmo....feliz dia dos pais !!!

    ResponderExcluir