segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

2 anos de Tarsila


O texto de hoje não é meu, é da poeta Mamãe Paixão (mais uma das suas múltiplas qualidades), uma homenagem ao aniversário da Tarsila!

Dois anos de Tarsila!!!!! Parabéns....

''Olhe bem no fundo dos meus olhos
E sinta a emoção que nascerá quando você me olhar
O universo conspira a nosso favor
A consequência do destino é o amor, pra sempre vou te amar

Mas talvez, você não entenda
Essa coisa de fazer o mundo acreditar
Que meu amor, não será passageiro
Te amarei de janeiro a janeiro
Até o mundo acabar''

(Em tempo: após a publicação deste post descobri que, na verdade, Mamãe Paixão não tinha, desta vez, criado uma poesia nova - é parte de uma música do Nando Reis. A homenagem, porém, permanece!)

segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

Habemos Domum


Passadas quatro semanas no novo lar, podemos finalmente dizer: Temos Casa!

Os Paixão Vergueiro se mudaram no início de novembro para o lar próprio, cumprindo o tão esperado sonho da classe média. Agora as meninas e o têm um quintal imenso para brincar, e os pais têm uma dívida de 40 anos pela frente.

Bem, vantagens e desvantagens.

Mas a verdade é que a casa nova, apesar de tudo, é muito melhor para todos nós. Também reúne tudo aquilo que eu e Mamãe Paixão queríamos, que é espaço, espaço e espaço. São cerca de 210 metros quadrados em uma residência térrea, perto do metrô, com a vizinhança tranquila (e os mesmos problemas de insegurança das demais vizinhanças, naturalmente).

Para as meninas, muitas novidades: um porãozinho, uma parede de azulejos para pintarem, um quintal espaçoso, um quarto gigantesco, casa de madeira, estante de brinquedos, etc.

Para o Papai aqui, muito espaço para chamar os amigos ao já não tão-tradicional poker de sempre, além de dois banheiros (sim, faz diferença na vida de um homem ter um banheiro para si e outro para as crianças).

Para a Mamãe, a oportunidade de montar a casa da família como bem entender, sem um chato implicando: a casa é dela, a única restrição é financeira, mas a criatividade é livre!

Agora é aproveitar os próximos muitos anos de vida na casa nova. Que não será mais nova, mas será sempre nossa. E lá vamos nós!